Tudo Sobre a Creatina

por | maio 12, 2022 | Suplementos, Ganho de Massa Muscular | 1 Comentário

O que a Creatina faz?

Creatina é um composto nitrogenado endógeno produzido naturalmente no fígado, rins e músculos. Ele é usado para fornecer energia rapidamente durante um exercício físico. A creatina também pode ajudar a melhorar a força e a resistência.

Ela é um suplemento nutricional que está se tornando cada vez mais popular. Os principais benefícios da creatina incluem aumento da força, resistência e massa muscular. A creatina é produzida naturalmente pelo corpo a partir de três aminoácidos: arginina, glicina e metionina.

Usada para fornecer energia durante um exercício físico, ela ajuda levar fosfato para dentro da célula muscular, onde ele é usado para produzir a energia necessária para realizar um esforço.

Ajuda a melhorar a força e a resistência. Isso significa que você vai ser capaz de se exercitar por mais tempo e com mais intensidade.

A creatina também pode ajudar a aumentar a massa muscular. Pesquisas mostram que a creatina aumenta a massa muscular quando usada junto com um treinamento de força.

Ela é segura para a maioria das pessoas. No entanto, mulheres grávidas ou que estão amamentando devem consultar seu médico antes de tomar qualquer suplemento. Quaisquer efeitos colaterais da creatina geralmente são leves e incluem desconforto estomacal, diarreia e dor de cabeça.

É um suplemento nutricional que está se tornando cada vez mais popular. Os principais benefícios da creatina incluem aumento da força, resistência e massa muscular.

Quando a creatina faz efeito?

A creatina é usada para produzir ATP (adenosinetrifosfato), principal fonte de energia para as células. O ATP é responsável por fornecer energia para as atividades musculares, incluindo o transporte de nutrientes, contração muscular e produção de calor.

Ela é um suplemento seguro e eficaz, mas seus efeitos variam de acordo com a idade, sexo, genética, peso e atividade física do indivíduo, dependendo do protocolo de utilização os efeitos podem surgir mais rápidos porém o normal é sentir os ganhos de desempenho e aumento de volume muscular em 2 a 3 semanas após o início da utilização da mesma.

Quando tomar?

A creatina é um suplemento alimentar utilizado para aumentar a performance atlética, sendo utilizado por atletas de todos os tipos.

Ela é composta por creatina fosfato e creatina monofosfato, que é armazenada nos músculos esqueléticos. Quando o corpo precisa de energia, a creatina é convertida em adenosina trifosfato (ATP), que é a molécula de energia utilizada pelo nosso corpo. A creatina pode ser encontrada em alimentos como carne vermelha, frango, atum, sardinha, peru e ervilha.

A creatina é um suplemento que pode ser utilizado por qualquer pessoa, mas é mais indicado para atletas. Antes de tomar a creatina, é importante consultar um nutricionista para saber a dosagem ideal para você. A creatina pode ser tomada em cápsulas, pó ou líquido.

Ela aumenta a massa muscular e ajuda na recuperação muscular. Quando tomar a creatina? A creatina deve ser tomada de acordo com as orientações do nutricionista. Geralmente, a creatina é tomada antes do treino para aumentar a performance atlética porém não faz muita diferença em qual momento do dia você vai tomar a creatina, desde que tome todos os dias e de preferencia acompanhada de carboidratos.

A creatina é um produto seguro, mas é importante ressaltar que o seu uso deve ser orientado por um nutricionista. Além disso, a creatina não deve ser utilizada por pessoas que sofram de doenças do fígado ou rins.

Como tomar?

A dose de creatina a tomar depende do objetivo do atleta. Se o objetivo for melhorar o desempenho esportivo, recomenda-se que atletas iniciantes consumam 3 gramas de creatina por dia. Atletas mais avançados podem aumentar a dose para 5 gramas ou mais por dia.

De qualquer forma, é importante que o atleta consulte um médico ou nutricionista antes de iniciar o consumo de creatina, para que seja avaliado se há alguma contraindicação para o seu caso.

Qual creatina é a melhor?

A creatina monohidratada é a mais comum. É fácil de encontrar, “barata” e tem um bom perfil de segurança, é a mais estudada de todas. No entanto, ela pode causar desconforto estomacal e diarreia em algumas pessoas. A creatina malato é uma versão da creatina monohidratada menos propensa a causar problemas estomacais.

Também disponível na forma de creatina hidrolisada. Esta versão alega ter uma absorção melhor. No entanto, ela é mais cara.

Mas então, qual creatina é a melhor?

A creatina monohidratada é a melhor escolha. Ela é fácil de encontrar, “barata” e segura e com o maior suporte científico.

Por que a creatina está cara?

Existem alguns motivos para ela ter subido tanto de preço nos últimos meses:

1) Taxa do dólar, como a matéria prima é importada, ela está suscetível a variação cambial.

2) Aumento da Demanda devido a cada vez mais estudos demonstrarem a eficácia da creatina tanto na área esportiva quanto em algumas aplicações clínicas.

3) Problemas na oferta causado por problemas ambientais enfrentados por alguns fabricantes da matéria prima.

4) Problemas de logística que começaram a ocorrer desde o início da pandemia.

Não sei dizer se os preços voltarão a ser como antes, mas, se o dólar não subir mais, acredito que pelo menos os outros fatores entrarão em equilíbrio e o preço deve parar de subir.

Qual comprar?

Existem no mercado diversas opções, mas cuidado, olhe sempre a tabela nutricional, algumas marcas tem usados de artimanhas por causa da escassez e preço da creatina e misturado ela com outras substâncias como maltodextrina por exemplo, então procure ou um produto com creatina monohidratada 100% pura, como a Creatina da linha JUST da Pholias ou alguma formulação que acrescente ingredientes sinérgicos como a CREATINE ATP da VENUM.

A creatina é um produto seguro e pode ajudar na melhoria da performance atlética. Consulte um nutricionista para saber a dosagem ideal para você.

Aproveite para ver a live que fiz sobre nutrição esportiva, ganho de massa muscular e perda de peso com o Nutricionaista Adriano Campos.

Fernando Cassino – CRN-1-19641

 

1 Comentário

  1. Mariah

    Sempre me perguntei sobre a função da creatina.
    Post interessante!

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tudo sobre a Beta Alanina - Fernando Cassino - […] resistencia e o desempenho esportivo, elas atuam de formas totalmente diferentes, você pode ver o meu artigo sobre creatina…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Warning: Undefined array key "habilitar_anuncio_no_footer_fixo_3" in /www/wwwroot/fcassino.com/wp-content/plugins/ads_ninja/includes/ads.php on line 222

Warning: Undefined array key "habilitar_anuncio_no_popup_4" in /www/wwwroot/fcassino.com/wp-content/plugins/ads_ninja/includes/ads.php on line 240